Site japonês 4gamer entrevista IMC Games

Site japonês 4gamer entrevista IMC Games

Olá pessoal, tudo bem? Durante a G-Star 2014, todos queriam “sugar” um pouco de informação sobre o Tree of Savior, e com isso muitos conseguiram fazer entrevistas com o pessoal da IMC Games.
O site japonês 4gamer também foi um dos felizardos que conseguiram este feito de entrevistar o Hak Kyu Kim (CEO IMC Games) e o Se-Young Kim (Produtor e Diretor do ToS), porém como têm muitas perguntas que não são tão relevantes irei fazer um resumo.

4gamer: Quais são os seus papéis para com o jogo?
Hak Kyu Kim: Primeiramente eu estive mais centrado na parte técnica do jogo, mas estou dando mais conselhos nesses últimos anos. Basicamente, quem cuida mais da parte de produção e direção do jogo é ele (Se-Young Kim).

Se-Young Kim

4gamer: Por quê e qual foi o motivo de ter feito esse jogo?
Se-Young Kim: Uma vez estive olhando um jogo, não me lembro qual, e tive a vontade de criar um jogo em que as pessoas olhassem para a tela e falassem: “- Eu quero esse jogo!”, então quisemos colocar isso em prática, dando ao jogo mais vida útil, com gráficos suaves e conteúdo único, coisas que não são vistas em muitos casos.

Se-Youg Kim: O jogo tem aspectos clássicos, não temos o objetivo de fazer com que o jogador seja induzido à certos caminhos no decorrer do jogo, e o comportamento dos jogadores são gravados na database do servidor.
4gamer: Em outras palavras, não se há a possibilidade de que as medidas tomadas pelos jogadores irão levá-los à caminhos distintos do que eles queiram. No entanto, por ter elementos de action game, como fazer com que o jogo tenha aspectos clássicos?
Se-Young Kim: Existem sim elementos de action game, mas isso não é uma coisa muito destacada no jogo. Ao invés de fazer o foco em action, nós misturamos com elementos clássicos, mas ao incorporar elementos de action acaba mantendo o grau de tensão do jogo.

4amer: Há um monte de pessoas que consideram que este jogo como o  “Ragnarok Online de hoje”, mas como alguém que ajudou a fazer o jogo, quais são seus pensamentos sobre isso?
Hak Kyu Kim: Um monte de gente gostou de jogar Ragnarok Online, mas quando uma vez que já estamos trabalhando em algo diferente, eu só espero que essas pessoas deem a este jogo uma tentativa.
Se-Young Kim: Pessoalmente, ao invés de Ragnarok Online, eu queria fazer um jogo semelhante ao “Arcturus“. O jogo adota um sistema em que o personagem pode pular, e as teclas direcionais podem ser usadas para mover-se, bem como utilizar os itens que você, provavelmente, só veria em um museu.
Hak Kyu Kim: “Arcturus” não têm que muitos jogadores e eu talvez não saiba muito sobre isso, mas o que eu tenho certeza é que a história do ToS vai ser como a história deste jogo.

4gamer: Como foi a história do ToS foi criado? Por favor, nos fale sobre algumas informações sobre o assunto.
Hak Kyu Kim: Eu só sei sobre os monstros e o mapa, a partir do que eu já vi, mas eu posso notar que existe uma enorme abundância de monstros do tipo planta no jogo. Posso descrever a história como “um mundo onde as Deusas que desapareceram se ecnontram disfarçadas pela natureza”.

Se-Young Kim: Sobre as classes, existem 4 classes bases, são elas Espadachim, Mago, Arqueiro e Clérigo, dentre elas existem 20 sub-classes para cada uma das 4 classes bases, totalizando assim as 80 classes. A classe Pied Piper, é uma classe da linhagem dos Arqueiros que pode manipular o monstro assoprando uma flauta, ela também pode lurar pequenos bosses, apenas os pequenos, e quem estiver usando essa skill não poderá atacar enquanto a estiver executando-a. A classe Corsário, é um líder pirata que ao criar uma party todos que estiverem nela se tornarão piratas também, eles também podem enterrar tesouros e cravar bandeiras. Já a classe Paladino, é uma mistura entre guerreiro e suporte, ele pode criar um círculo de luz em sua volta onde todos seus aliados podem entrar para se protegerem dos ataques dos monstros e atacarem os mesmos, e nenhum dos monstros poderão entrar neste círculo. A classe Shinobi, você pode se dividir em vários e atacar ao mesmo tempo. O Murmillo é uma classe que têm seus status alterados ao usar capacetes, à curta distância ele é um guerreiro, mas você também pode atacar à distância com um salto, porém ao usar esta skill você estará sendo exposto à um grande risco.
4gamer: Como o Thaumaturge pode transformar o corpo de outros personagens?
Se-Young Kim: Por exemplo, ampliando a mão aumenta o dano de ataque e ampliando a cabeça aumenta a inteligência. Inimigos, por outro lado, pode ser enfraquecidos através de encolhimento, ajudando assim nas hunts.

Se- Young Kim: Em batalhas contra chefes, nós estamos tentando evitar situações em que “são necessárias certas configurações de partys”. Qualquer tipo de classe pode certamente derrubar um chefe.
4gamer: Deve ter sido difícil de equilibrar essas classes.
Se-Young Kim: Sobre a questão do equilíbrio, por exemplo, 10 classes com os mesmos papéis foram anunciadas, mas temos certeza de que suas funções são diferentes no início, então eu sinto que a discussão popular sobre equilíbrio não pode ser aplicada aqui.
Hak Kyu Kim: Mesmo sabendo que todos atacam de alguma forma distinta da outra, as pessoas tendem a escolher a “classe mais forte”, mas neste jogo com muitas classes para escolher, eu sinto que a questão do equilíbrio não vai aparecer muito. Há uma variedade enorme de classes para escolher, e colocando estas combinações de classes em diferentes circunstâncias resolve esse problema. Nós parecemos ter ido além das expectativas do desenvolvedor, e estamos esperando táticas excepcionais aparecer no futuro. Nós estamos ansiosos para saber o que os jogadores vão nos dizer.

4gamer: Com relação ao jogo em geral, os mapas de campo MMO serão amplamente utilizados no jogo ou o jogo será mais concentrado em instancias?
Hak Kyu Kim: Nós vamos focar principalmente em campos de MMO. Os chefes de quests estarão sob as instancias, mas haverá chefes localizados em mapas de campo aberto, onde a maioria das batalhas acontecerão.
4gamer
: Por favor, diga-nos mais sobre os aspectos fora de batalha do jogo.
Se-Young Kim: Enquanto o jogo estiver em sua fase de Closed Beta Teste (CBT), estaremos focando mais na batalha. Temos muitas idéias na loja, e já estamos planejando a liberação de recursos adicionais no futuro.
4gamer: Eu entendo. Quanto tempo vai demorar até que o jogo finalmente fique completo?
Hak Kyu Kim : Estamos nos concentrando agora em adicionar novas classes e fazendo demonstrações de dez minutos das classes em ação.

4gamer: A Nexon KR (Coréia) já anunciou que irá lançar o jogo na Coreia do Sul, mas e sobre o Japão?
Hak Kyu Kim: Nós ainda estamos decidindo sobre isso, mas é provável que a Nexon JP (Japão) pode acabar ficando com o servidor no Japão também.

*Tiveram algumas outras perguntas que não coloquei aqui pois se tratam de perguntas que já tinham sido respondidas em outras ocasiões, inclusive vocês podem encontrá-las aqui em nosso site, na aba chamada “O Jogo”, mais especificamente nas “Entrevistas e Relatórios” e nas “Perguntas aos Desenvolvedores”.

Fiquem atentos pois em breve iremos postar também a entrevista do nosso parceiro internacional, Tree of Savior Game, com o Hak Kyu Kim contendo as perguntas que selecionamos de vocês em nossa página do facebook.

——————- English Version ——————–

Hello guys, how are you? During the G-Star 2014, everyone wanted to have a little information about the Tree of Savior, and that many have succeed to do interviews with the IMC Games staff.
The 4gamer japanese site was also one of the lucky ones who have managed this feat, to interview Hak Kyu Kim (CEO IMC Games) and Se-Young Kim (Producer and Director of the ToS), but as they have many questions that are not as relevant’ll, so I did a summary.

Kim Se-Young

4gamer: What are yours roles for the game?
Kim Hak Kyu: First I was more focused on the technical side of the game, but I’m giving more advices in recent years. Basically, those who care most of the game producing and directing part is it Kim Se-Young.

4gamer: Why and for what reason you have done this game?
Kim Se-Young: Once’ve been looking at a game, do not remember which, and I had the desire to create a game in which people looked at the screen and speak: “- I want this game,” so we wanted to put this in practice, giving the game more life, with smooth graphics and unique content, things that are not seen in many cases.

Kim Youg Se: The game has classic aspects, we aim to make the player is led to certain paths in the game, and the players’ behavior are recorded on the database server.
4gamer: In other words, there is not the possibility that the measures taken by the players will take them to different paths than they want. However, to have elements of action game, how to make the game has classical features?
Kim Se-Young: Yes there are elements of action game, but this is not something very prominent in the game. Instead of making the focus on action, we mix with classic elements, but to incorporate action elements ultimately keeps the degree of tension of the game.

4gamer: There are a lot of people who consider this game to be “today’s Ragnarok Online”, but as someone who helped make the game, what are your thoughts about this?
Kim Hak Kyu: A lot of people do want to play Ragnarok Online, but since we are already working on something different, I just hope that those people would also give this game a try.
Kim Se-Young: Personally, rather than Ragnarok Online, I wanted to make a game similar to “Arcturus“. The game adopts a system where the character can jump, and the directional keys can be used to move, as well as use items that you probably would only see in a museum.
Kim Hak Kyu:Arcturus didn’t have that many players and I might not know that much about it, but what I’m sure is that the game’s story will be like the story of Across.

4gamer: How was the story of Tree of Savior created? Please do tell about some background info about it.
Kim Hak Kyu: I only know the monsters and the map from what I’ve seen, but I do notice the sheer abundance of plant-type mobs in the game. I can describe the story as “a world where the Goddesses that vanished disguise themselves as plantlife”.

Kim Se-Young: About the classes, there are 4 base classes, are they Swordsman, Mage, Archer and Cleric, among them there are 20 sub-classes for each of the 4 base classes, so the total of 80 classes. The Pied Piper class, is a strain of the Archer class that can handle the monster blowing an flute, it can also lure small bosses, only the small ones, and who are using this skill can not attack while you are running. The Corsair class, is a pirate leader to create a party all that are in it will become pirates also, they can also bury treasures and stick flags. Already the Paladin class, is a mix between warrior and support, it can create a circle of light around you where all your allies can go to protect themselves from the monster attacks, and none of the monsters can enter this circle. The Shinobi class, you can split into multiple persons and attack simultaneously. The Murmillo is a class that have their status changed to wear helmets, the short distance he is a warrior, but you can also attack from a distance with a jump, but to use this skill you are being exposed to a great risk.
4gamer: How does the Thaumaturge transform its body?
Kim Se-Young: For example, enlarging one’s hand increases attack damage and enlarging one’s head increases one’s Intelligence. Enemies, on the other hand, can be weakened by shrinking them down, which helps in hunting.

Kim Se-Young: In boss battles, we’re trying to avoid scenarios where “certain party setups are needed”. Any class composition can surely take down bosses.
4gamer: It might have been difficult to balance these classes.
Kim Se-Young: On the issue of balance, for example, 10 classes with the same roles were released, but we make sure that their duties are different at the start, so I feel that the popular discussion of balance can’t apply here.
Kim Hak Kyu: Even though they all attack in some way, people tend to choose the “strongest class”, but in this game with lots of classes to choose from, I feel that the issue of balance doesn’t appear much. There’s a variety of classes to choose from, and putting these combinations of classes in a different circumstances solves that problem. We seem to have gone past the developer’s expectations, and we’re expecting exceptional tactics to show up in the future. We’ll be looking forward to what the users will come up with.

4gamer: Regarding the game in general, will MMO field maps be widely used in the game. Or will the game focus more on instances?
Kim Hak Kyu: We’ll mostly focus on MMO fields. Quest bosses will be under instances, but there will be bosses located on field maps where most of the battles will happen.
4gamer
: Please tell us more about aspects of the game outside of battle.
Kim Se-Young: Since the game is still in its Closed Beta stage, we’ll be focusing more on battle. We have many ideas in store, and we’re already planning the release of additional features in the future.
4gamer: I understand. How long will it take until the game finally becomes complete?
Kim Hak Kyu: We’re focusing right now on adding new classes and making ten-minute demos of the classes in action.

4gamer: By the way, Nexon Korea already has announced that they will release the game on South Korea, but how about Japan?
Kim Hak Kyu: We’re still deciding about that, but it is likely that Nexon may end up handling the Japan server as well.

*They had some other questions that were not put here since these are questions that have been answered on other occasions, including you can find it here on our website, in the tab called “The Game”, specifically in the “Interviews and Reports” and in the “Questions to Developers”.
Stay tuned because soon we will also post the interview of our international partner, Tree of Savior Game, with Kim Hak Kyu, containing the questions selected on our facebook page.

Sobre admin

[fbcomments]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*