Vamos discutir um pouco sobre publicadoras

Vamos discutir um pouco sobre publicadoras

Tree of Savior no Brasil, uma questão que ainda gera dúvidas

Que muitos de nós esperam pelo lançamento de Tree of Savior aqui no Brasil já não é mais novidade, pois até já somos líderes em pesquisas de países que mais esperam por Tree of Savior. Diante deste fato, muitos dos fãs sempre levantaram questões a repeito de qual forma e e empresa seria melhor para distribuir o jogo aqui no Brasil e nesse caso já era de se esperar que o primeiro nome que surgiria na cabeça das pessoas seria “Level Up! Games” ou referida apenas como “LUG”.

Logotipo da Level Up! Games

Logotipo da Level Up! Games

Relevando o X da questão, o que muitas pessoas costumam fazer é difamar a empresa de diversas maneiras, alguns com argumentos concretos, outros nem tanto. A situação é tão intensa quando se pensa na empresa, que até uma petição online já foi feita para impedir que a LUG distribua o jogo no Brasil.

O que não devemos esquecer, é que apesar dos apesares, a LUG é uma das maiores publicadoras de jogos online aqui do Brasil estando a mais de dez anos ativa e provavelmente a que mais tem experiência nesse tipo de mercado. Para entendermos melhor a situação, convidamos um ex-integrante da equipe da Level Up! Games, Luchta Schmied. Luchta atualmente trabalha como freelancer em programação de jogos digitais e prestou serviço na LUG de 2010 a 2012 , então podemos ter certeza de que ele entende do assunto. Como Luchta já esteve nos bastidores presenciando grande parte do que acontece dentro da empresa durante o tempo em que esteve nela, perguntamos se ele poderia nos conceder uma entrevista dizendo um pouco mais sobre questões chave com um olhar diferente das pessoas que vêem a situação apenas à frente do palco e felizmente ele aceitou tranquilamente em participar.

Entrevista com o ex-funcionário da LUG (Level Up! Games), Luchta

Antes de mais nada, o foco principal da entrevista não é proteger ou atacar empresa A ou B, o foco principal é ajudar o público a entender um pouco melhor quando o assunto é publicadora e essa entrevista tem  finalidade de abrir discussões na comunidade onde todos serão livres para  compartilhar suas opiniões a respeito do tema, com moderação é claro!

ToS Brasil: Primeiramente muito obrigado por nos conceder essa participação em nosso site! Você poderia nos contar um pouco sobre qual função você desempenhava na empresa?

Luchta: Eu é que agradeço o convite, é uma honra estar aqui! Bem eu era Community Manager (CM) da Level Up!, responsável por todos os fóruns, fansites e demais parceiros. Meu papel na empresa era ser o intermédio entre a empresa e os jogadores, então além de relatórios semanais sobre o que a comunidade falava nos fóruns (os quais eram lidos por toda a empresa, desde GMs, passando por SAC e equipe de produtos) eu era responsável também por realizar a bimestral “Pauta da Comunidade” e o mensal “De Olho na Comunidade”. O primeiro era um tópico que ficava aberto de duas semanas à um mês em cada um dos fóruns, no qual selecionávamos diversas perguntas que posteriormente seriam respondidas pela desenvolvedora de cada um dos jogos. O segundo era uma ação bacana na qual a gente promovia os melhores tópicos (guias, entrevistas, fanfics) criados pela comunidade desde a última edição do “De Olho na Comunidade”.

Exemplos: 28° Edição do “De olho na comunidade” / “Pauta da Comunidade 27/Abril/2011” (Infelizmente pelo tópico ser muito antigo, o link original dessa edição não pode ser encontrado)

ToS Brasil: Legal! Antigamente quando eu acompanhava os fóruns de Grand Chase sabia da interação dos CMs com a comunidade, mas a relação parece ser bem mais próxima do que aparentava na época. Vale lembrar que a maneira mais fácil e mais utilizada de uma pessoa de dentro da empresa se comunicar diretamente com os fãs é justamente por esta plataforma, o fórum. Agora, quanto aos fansites e parceiros? Como tratavam tais plataformas?

Luchta: Em relação aos parceiros e fansites, meu trabalho era dar as ferramentas para que eles pudessem realizar o trabalho deles. Uma das coisas que fazíamos era chamar o pessoal dos fansites de jogos que possuem voz, como Grand Chase, para nos acompanhar na dublagem de um novo personagem. A equipe do GCPlayers, por exemplo, tirava fotos, criavam matérias e entrevistavam os dubladores. Outras ações eram os eventos de roleplay no jogo, prêmios físicos para o pessoal do fansite distribuir (como a trilha sonora original de Grand Chase), e inclusão dos parceiros nas campanhas de marketing. Além disso, ainda fazíamos reuniões trimestrais com os parceiros utilizando consultoria técnica para aumentar a quantidade de visitantes e detalhes sobre outras ações, e de quebra a empresa bancava um almoço para todo mundo no “Fifties” ou em outro local bacana no final do dia. 🙂

ToS Brasil: E você acredita que, caso Tree of Savior venha pela Level Up!, podemos ter essas mesmas ações da comunidade com o jogo?

Luchta: Sim, com toda certeza. É claro que nem todos os fansites tinham esses mesmos benefícios porque os jogos são muito diferentes. Se a desenvolvedora não cria itens físicos, não há muito do jogo para entregar para um fansite distribuir. Se o jogo não tem voz, como Ragnarök, não há como fazer dublagens. No entanto, fazíamos o que era possível em cada jogo. Dávamos camisetas da Level Up! para serem distribuídas em concursos feitos pelos fansites, abríamos oportunidades para que fansites criassem eventos com patrocínio da Level Up! em CASH, participávamos de eventos de roleplay invocando monstros nos campos, etc. Em outras situações falávamos para os fansites criarem guias dos personagens, para os quais o usuário seria redirecionado ao clicar em “Guias” no site oficial do jogo. Sempre há o que ser feito.

ToS Brasil: Seria bem interessante ter esse tipo de suporte, dando-nos a chance de criar eventos que propagassem o jogo pela rede chamando novas pessoas e mantendo as que já nos acompanham a tanto tempo. De tal forma então você acha possível que a IMC Games distribua o jogo em terras tupiniquins? E quanto a Level Up! Games?

Luchta: É extremamente improvável que a IMC Games venha para o Brasil. O papel da desenvolvedora e da publicadora são bem diferentes, tanto é que a IMC precisa de uma publicadora. Como vocês já notaram, já firmou contrato com a Nexon KR.

Agora, quanto a Level Up!, considerando que Tree of Savior é um sucessor espiritual de Ragnarök e que a Level Up! tem um enorme carinho pelo BRO, já que foi o primeiro a vir ao Brasil, eu acredito ser bem possível sim. Tenho certeza que a equipe de conteúdo da Level Up! (que testa os novos jogos que a LU! pode trazer ao país) está interessada em testá-lo. Cabe ver se haverá interesse da empresa após os testes e também da IMC pela Level Up! para distribuí-lo.

ToS Brasil: Em sua opinião a Level Up! Games seria uma boa publicadora para o Tree of Savior aqui no Brasil? Por quê?

Luchta: Tenho certeza que sim. Afinal, não só as pessoas aprendem com os erros como as empresas também. E a Level Up! está ativa a mais de 10 anos, é pioneira no mercado e já mudou e melhorou muitos processos. Empresas que estão chegando hoje no mercado terão de passar pelos mesmos erros que a Level Up! cometeu em 2004, e só o tempo será necessário para que identifiquem e corrijam seus problemas. Além disso, a Level Up! representa muito bem os jogos nos principais eventos do país, inclusive quando eu trabalhava lá rolou o “Joga Curitiba, Recife e Goiânia”, no qual representantes da empresa viajavam para estas cidades e apareciam de cosplay nas escolas, apresentando os jogos e interagindo com o pessoal. E isso é um dos fatores que mais contam quando uma desenvolvedora procura uma publicadora: uma empresa que promova bem o seu jogo.

ToS Brasil: Não sabia que a Level Up também fazia campanhas de marketing fora de São Paulo!

Equipe da LU!G com cosplayers visitam escolas de Curitiba, Recife e Goiânia promovendo seus jogos!

Equipe da LU!G com cosplayers visitam escolas de Curitiba, Recife e Goiânia promovendo seus jogos!

ToS Brasil: Mudando um pouco o foco, muitos afirmam que a Level Up! Games transforma os jogos que ela publica em jogos de formato Pay to Win (P2W) , poderia comentar um pouco a respeito? Acha que Tree of Savior poderia ir pelo mesmo caminho?

Luchta: Na verdade, a Level Up! não tem o poder de criar itens de CASH. Portanto, essa decisão é muito mais da desenvolvedora do que da publicadora. É ela que cria o item e, em conjunto com a Level Up!, escolhe um preço. A publicadora em conjunto com a desenvolvedora decide como trabalhar este conteúdo, que períodos ele poderá ficar a venda, etc.

Quanto a Tree of Savior, o próprio Hakkyu Kim já demonstrou não gostar do modelo P2W. Pessoalmente acredito que todo game designer não goste muito do modelo de microtransação (CASH), já que ele quebra o design do jogo, mas isso é uma realidade hoje. O importante é saber trabalhar que conteúdo ter em CASH, para que não afete tanto o design do jogo mas ao mesmo tempo seja interessante o suficiente para que os jogadores comprem

ToS Brasil:Bem, isso é tudo. Muito obrigado pela entrevista Luchta, esperamos vê-lo no jogo !

Luchta: Eu que agradeço, e parabéns pelo ótimo trabalho com o site. 🙂


Considerações finais

Como agora temos palavras sinceras de alguém que já esteve dentro da publicadora, esperamos que essa entrevista possa abrir as mentes de muitos. Eu,  XD, deixo minhas considerações finais abaixo usando respostas que já dei a alguns seguidores anteriormente quando me perguntaram sobre o assunto salientando alguns pensamentos:

1– Algo que muitas pessoas vem misturando, a Nexon está encarregada de distribuir o jogo na região da Coreia, o que obviamente resultaria no mesmo resultado que vimos, independente de qual empresa distribuísse o jogo : Privatização de servidores coreanos para otimizar o trabalho da primeira região de serviço do jogo. O fato da Nexon distribuir o game na Coreia não significa de forma alguma que ela com convicção distribuirá para o resto do mundo, por mais que essas chances existam. No mais, IP-Block independente da empresa que distribuísse para a Coreia seria inevitável, não existe / é muito raro um jogo onde o servidor KR seja aberto ao público em geral e como de praxe resta-nos esperar o tempo que a empresa acha necessário até firmar e anunciar servidores de outras regiões até que um deles disponibilize a nossa participação no jogo, que no caso, tudo indica que será um exclusivo para brasileiros.


2
– Diante de situações onde não se tenha escolha, a empresa já revelou poder cogitar a possibilidade de publicarem o jogo eles mesmos em certas regiões, agora, levantemos questões:

A Level UP! Games tem muito a melhorar sim, assim como qualquer empresa sempre busca otimizar seus serviços, porém escolher a IMC Games pra publicar o jogo TALVEZ seja um erro. Eles não conhecem nosso mercado, não conhecem nossa cultura, e talvez até não terão apoio financeiro de nenhuma empresa no começo do serviço de Tree of Savior em nosso país e isso PODE (nao é uma afirmação) acarretar algum tipo de risco pra Tree of Savior.E nós da ToSBR não queremos que tree of savior sofra riscos.

Pense: IMC Games publicar Tree of Savior, estando sujeita a todos os erros e riscos que empresas tem durante seu período de consolidação ou a LUG que hoje tem mais experiencia no mercado?

Vale lembrar que a LUG de hoje não representa a LUG de anos atrás quando muitos jogos infelizmente acabaram seus serviços, o que não é uma realidade nos tempos de hoje, muitos jogos já estão comemorando mais de cinco aniversários pela LUG. Quais outras empresas brasileiras já conseguiram essas conquistas hoje que vocês conhecem?

O fato é, empresas também aprendem com os erros e é INEVITÁVEL que um MMO tenha tempo de vida hoje em dia, porque sim, ele tem ( a não ser que sejam jogos com público consolidado como Tíbia que está ai provando que um MMO pode sobreviver por muito tempo). Porém, infelizmente um MMO chegar ao fim de sua vida útil é algo comum no mundo dos games e assim que o tempo de vida de um MMO acaba, se a empresa dona de tal MMO for inteligente o suficiente, ela cria uma sequela ao tal MMO, assim como aconteceu em Maple Story, com Maple Story 2 , resgatando fãs antigos e atingindo novos futuros fãs. Então questão de serviços de jogos serem descontinuados, dependem muito de como ele é tratado pelos fãs, o quanto de lucro ele arrecada e o quão intenso e gratificante para os fãs é o suporte que a desenvolvedora dá aos jogadores.

3 – Questão de anti-hack que também  é um fator muito discutido a respeito de publicadoras no brasil, anti-hack perfeito não existe. Isso é um pensamento fútil. Enquanto o assunto se tratar de dados, linhas de códigos, programação e etc, sempre haverá uma maneira de “burlar o sistema”, é inevitável e a necessidade de um sistema que protege a integridade e a diversão dos jogadores honestos dentro do jogo, é totalmente culpa nossa. Nós jogadores somos os culpados da necessidade de tais proteções e não me refiro apenas a brasileiros pois essa questão é global, não só brasileiros buscam maneiras mais fáceis de serem melhores em jogos.

Agora imaginem a IMC Games com TALVEZ pouca verba no começo dos serviços oficiais no brasil, conseguindo recuperar o que investiram somente em 5 ou mais meses de serviços oficiais ( datas fictícias e sugestivas ), não haverão muitas maneiras da empresa lucrar se não com itens, servidores ou outras estratégias pagas. TALVEZ o jogo até se aproxime mais do temido modelo Pay to Win se em caso extremo essa necessidade de dinheiro para recuperar os investimentos e gerar lucro se tornem uma realidade, por mais que Hakkyu Kim já ter anteriormente se expressado de que não quer de jeito algum que isso aconteça. Quem sabe durante esse período eles não terão dinheiro suficiente para investir num bom anti-hack, campanhas de marketing e etc? Resultado, o jogo ficaria bem mais propenso a quebrar antes mesmo de completar um único ano de serviço. Sim é uma ideia bastante exagerada, mas que não deixa de ser uma hipótese, talvez não na mesma ordem e nem intensidade.

4 – Por fim, volto a repetir, nós da Tree of Savior Brasil não somos a favor nem contra empresa A ou B, nós somos a favor e sempre apoiaremos a decisões a IMC Games, pois ela sim sabe o que é melhor para Tree of Savior e se a IMC Games por ventura decidir que a Level Up! Games é a empresa mais indicada para cuidar do jogo por aqui, sempre continuaremos a dar nosso suporte a ela e as decisões dela, ainda mais que ela estaria cada vez mais se aproximando de nós brasileiros.

Vale lembrar que essas são MINHAS considerações finais e que podem não representar as considerações suas e de seu amigo ao lado, cada um com sua opinião!
Espero que tenham lido até aqui e que formulem opiniões pois queremos ouvir vocês!
Vale lembrar que estaremos de olhos nos comentários ofensivos, por favor tenham moderação na hora de apresentar suas ideias!

Compartilhe-as em nosso facebook: Tree of Savior Brasil
E também em nosso Fórum: Tree of Savior BR Fórum 

Obrigado!
———————————English Version——————————

Tree of Savior in Brazil, an issue that still generates questions

First of all, this is an article that matter most to the Brazillian public 🙂

Many of us wait for the launch of Tree of Savior in Brazil is no longer news, because until now we are leaders in research of wich countries that await most Tree of Savior. Given this fact, many of the fans always raised questions as to which way and and company would be better to distribute the game in Brazil and in this case it was to be expected that the first name that arise in people’s minds would be “Level Up! Games “or referred to simply as” LUG “.

Emphasizing the X of the issue, which many people make is to defame the company in many ways, some with concrete arguments, others less so. The situation is so intense when one thinks of the company, that even an online petition has already been made to prevent the LUG distribute the game in Brazil.

What we must not forget, is that despite of everything, LUG is one of the largest publishers of online games here in Brazil being the more than ten years active and probably the one that has experience in this type of market. To understand the situation better, we invite a former member of the team Level Up! Games, Luchta Schmied. Luchta currently works as a freelancer in digital game programming and has served LUG in 2010-2012, then we can be sure that he understands the subject. How Luchta have stayed behind the scenes witnessing much of what happens within the company during the time he was in it, we asked if he could give us an interview saying a little more about key issues with a different look of people who see the situation only to front of the stage and luckily he accepted quietly to participate.

Interview with former employee of LUG (Level Up! Games), Luchta

First of all, the main focus of the interview is not to protect or attack company A or B, the main focus is to help the public understand a little better when it comes to publishing and this interview aims for open discussions in the community where everyone will be free to share your opinions on the subject, in moderation of course!

ToS Brazil: First, thank you for giving us this participation in our site! Could you tell us a little about what role you played in the company?

Luchta: I do appreciate the invitation, it is an honor to be here! Well I was Community Manager (CM) of Level Up !, responsible for all forums, fansites and other partners. My role in the company was to be the intermediary between the company and the players, then in addition to weekly reports on what the community spoke in the forums (which were read by the entire company, from GMs, through SAC and product team) I was also responsible for performing the bimonthly “Tariff of the Community” and the monthly “Watching the community”. The first was a topic that was open two weeks to a month in each of the forums in which select several questions that would be answered later by the developers of each game. The second was a nice action in which we promoted the best topics (guides, interviews, fanfics) created by the community since the last edition of “Watching the community”.

ToS Brazil: Cool! Back when I accompanied the Grand Chase forums I knew the interaction of CMs with the community, but the relationship seems to be much closer than it seemed at the time. Remember that the easiest and most widely used of a person from within the company to communicate directly with fans is precisely for this platform, the Forum. Now, as to the fansites and partners? How they treated such platforms?

Luchta: For partners and fansites, my job was to give them the tools so they could carry out their work. One of the things we did was call the staff of game fansites who own voice, like Grand Chase, to accompany us in the dubbing of a new character. The GCPlayers team, for example, took pictures, created materials and interviewed the voice actors. Other actions were the roleplay events in the game, physical prizes for the fansite staff distribute (such as the original soundtrack of Grand Chase), and inclusion of partners in marketing campaigns. In addition, although we made quarterly meetings with partners using technical advice to increase the amount of visitors and details about other things, and the company was backing a lunch for everyone in the “Fifties” or elsewhere cool later in the day. 🙂

ToS Brazil: And you believe that if Tree of Savior come by Level Up !, we can have those same community shares with the game?

Luchta: Yes, for sure. Of course, not all fansites had these same benefits because the games are very different. If the developer does not create physical items, there is not much of the game to deliver a fansite to distribute. If the game has no voice, such as Ragnarök, we can not do voiceovers. However, we did what was possible in every game. We gave t-shirts Level Up! to be distributed in tenders made by fansites, we opened opportunities for fansites would create events sponsored by Level Up! in CASH, we participated in roleplay events invoking monsters in the fields, etc. In other situations we spoke to the fansites create guides of characters, for which the user would be redirected by clicking on “Guides” in the game’s official website. Always there are things to be done.

ToS Brazil: It would be interesting to have this kind of support, giving us a chance to create events that propagate the game for the network calling new people and keeping those already with us for so long. So then you think it possible that the IMC Games distribute the game in brazilian lands? What about Level Up! Games?

Luchta: It is extremely unlikely that the IMC Games come to Brazil. The role of the developer and publisher are very different, so much so that IMC Games need a publisher. As you’ve noticed, they have signed a contract with Nexon KR.

Now, as the Level Up !, whereas Tree of Savior is a spiritual successor to Ragnarok and the Level Up! has enormous affection for BRO, since it was the first to come to Brazil, I believe is quite possible yes. I’m sure the Level Up content team! (which tests the new games that LU! can bring to the country) is interested in testing it. It is see if there is interest of the company after the tests and also of IMC by Level Up! to distribute it.

ToS Brazil: In your opinion Level Up! Games would be a good publisher for the Tree of Savior here in Brazil? How come?

Luchta: I’m sure yes. After all, not only do people learn from mistakes but companies too. And Level Up! is active for more than 10 years, is a pioneer in the market and has already changed and improved many processes. Companies that are coming on the market today will have to go through the same mistakes that Level Up! made in 2004, and only time will need to identify and correct their problems. In addition, the Level Up! represents very well the games in the major events in the country, even when I worked there rolled the “Play Curitiba, Recife and Goiania” in which company representatives traveled to the cities and appeared cosplay in schools, with the games and interacting with the staff. And that is one of the factors that count when a developer looking for a publisher: a company that promotes well your game.

ToS Brazil: I did not know Level Up was also marketing campaigns outside Sao Paulo!

ToS Brazil: Changing a little focus, many claim that the Level Up! Games makes the games she publishes on Pay to Win format games (P2W), could talk a little about it? Think Tree of Savior could go the same way?

Luchta: Actually, Level Up! does not have the power to create CASH items. Therefore, this decision is much more than the developer of the publisher. It is she who creates the item and, together with Level Up !, chooses a price. The publishing together with the working developer decides that the content that it may become at sale, periods, etc.

The Tree of the Savior, the very Hakkyu Kim has shown not like P2W model. I personally believe that every game designer does not like much of microtransaction model (CASH), since it breaks the game design, but this is a reality today. The important thing is to work to have content in CASH, so that does not affect both the game design but at the same time is interesting enough for players to buy

ToS Brazil: Well, that’s all. Thank you Luchta for the interview, hope to see you in game!

Luchta: I thank you, and congratulations for the great work with the site. 🙂

final Thoughts

As we now have sincere words of someone who has been in the publisher, we hope that this interview can open the minds of many. I, XD, I leave my closing remarks below with answers that have already given some followers earlier when asked about the matter highlighting some thoughts:

1– Something that many people come mixing, Nexon is in charge of distributing the game in the Korean region, which of course would result in the same result as we have seen, regardless of which company to distribute the game: Privatization of Korean servers to optimize the work of the first game service region. The fact of Nexon distribute the game in Korea does not mean in any way she confidently distribute to the rest of the world, however these chances exist. Furthermore, IP-Block independent company to distribute to Korea would be inevitable, there is not / is very rare for a game where the KR server is open to the general public and as usual we can only hope the time that the company finds it necessary until set and announce servers from other regions until one of them makes available to our participation in the game, in which case, it seems to be an exclusive for Brazilians.

2 – In the face of situations where it has no choice, the company has revealed power entertain the possibility to publish the game themselves in certain regions now, we raise questions:

The Level UP! Games have a lot to improve but, like any company always seeks to optimize their services, but choosing the IMC Games to publish the game MAYBE is a mistake. They do not know our market, do not know our culture, and perhaps even have no financial support from any company at the beginning of the Tree of Savior service in our country and this CAN (is not a statement) lead to some kind of risk to Tree of Savior .And we do not want the ToSBR tree of savior suffer risks.

Think: IMC Games published Tree of Savior, subject to any errors and risks that companies have during your period of consolidation or LUG which today has more experience in the market?

Remember that the LUG today does not represent the LUG years ago when many games unfortunately ended their services, which is not a reality in today’s times, many games are already celebrating more than five birthdays by LUG. What other Brazilian companies have achieved these achievements now that you know?

The fact is, companies also learn from the mistakes and is INEVITABLE that a MMO has a lifetime today, because yes, it has (unless they are games with consolidated public as Tibia that is there proving that an MMO can survive for a long time). Unfortunately, however, a MMO reaches the end of its useful life is common in the world of games and so the lifetime of an MMO is over, if the company owns such MMO is smart enough, it creates a sequel to this MMO as well as in Maple Story, with Maple Story 2, rescuing old fans and reaching new future fans. So matter of gaming services were discontinued, depend very much on how it is handled by the fans, how much profit he earns and how intense and rewarding for fans is the support that the developer gives players.

3 – anti-hacking issue that is also a much-discussed factor as to publishers in Brazil, perfect anti-hack does not exist. This is a futile thought. While the subject it is data, lines of code, programming, etc., there will always be a way to “cheat the system” is inevitable and the need for a system that protects the integrity and the fun of honest players in the game, is totally our fault. We players are to blame the need for such protections and do not just mean the Brazilians because this issue is global, not only Brazilians seek the easiest ways to be better in games.

Now imagine IMC Games MAYBE with little money at the beginning of the official services in Brazil, managing to recover that invested in only 5 months or more of official services (fictitious and suggestive dates), there will be many ways the company’s profit if not with items, servers or other paid strategies. Maybe the game is closer to the dreaded model Pay to Win in extreme case this need for money to recoup investments and generate income to become a reality, as much as Hakkyu Kim have already previously expressed that does not want not at all that happen. Perhaps during this period they will not have enough money to invest in a good anti-hack, marketing campaigns etc? Result, the game would be much more prone to breaking even before completing one year of service. Yes it is a very exaggerated idea, but it is still a chance, maybe not in the same order and not intensity.

4 – Finally, I repeat, we at Tree of Savior Brazil’re not for or against company A or B, we favor and always will support the decisions IMC Games because she did know what is best for Tree of Savior and IMC Games perchance decide that the Level Up! Games is the company best suited to take care of the game here, we will continue to give our support to her and her decisions, even more than she would be increasingly approaching us Brazilians.

Remember that these are MY final considerations and may not represent your considerations and your friend next door, each with your opinion!
I hope you read this far and to formulate opinions because we want to hear you!
Remember that we will be eyes on offensive comments, please be moderation when presenting your ideas!

Thanks!

And sorry for the delay of the english version of this article!

Sobre admin

[fbcomments]

37 comentários

  1. Olá, XD.
    Fiquei muito feliz em ler seu artigo e de saber que temos opiniões extremamente parecidas.
    Minha experiência com o jogo Grand Chase, distribuido pela Level Up, sempre foi satisfatória (e olha que isso tem uns 8 anos!).
    Como coloquei ali no “Website” (grandchaseplayers.com.br) ao comentar, eu sou parte da Staff do fan-site em questão. Sendo assim, tenho também o privilégio de poder falar como membro de um fan-site da empresa. Sempre tivemos excelente comunicação e retorno. Tivemos suporte em diversas situações em que tivemos como foco a promoção de eventos e demais atividades que trariam a atenção do público ao jogo.
    Bem como já foi dito, também não é possível taxar uma empresa como perfeita. A Level Up! tem sim seus defeitos, é claro. Mas é interessante ver como ela já evoluiu durante todos esses anos.
    É muito difícil lidar com o público alvo da uma publicadora de jogos… Muitas vezes os usuários não tem maturidade para compreender como se dá a relação entre a desenvolvedora e a publicadora. É frequente, por exemplo, culparem a publicadora de erros cometidos pela desenvolvedora (Às vezes, questionam até a nós mesmos, membros do fan-site, como se tivéssemos algum poder sobre o todo hahaha).

    Enfim, como eu havia dito no início, concordo com você, XD. Não existe no Brasil empresa mais preparada para receber nosso Tree of Savior do que a Level Up!
    Espero mesmo que o público se conscientize com seu artigo, e que vejam como a Level Up! pode fornecer solo ao jogo.
    No mais, fico muito feliz por todo trabalho que a ToSBR tem feito. Admiro muito o esforço que fazem para dar o suporte, tanto ao jogo quanto aos fãs.
    Continuem assim! 😀

  2. eu gostaria que fosse a lug, mas é triste ver até campanha pra nao ser ela a todo custo, pelo menos eles disseram que iriam averiguar

  3. Olá, gostaria de deixar aqui minha opinião sobre essa epopéia que virou essa luta entre antiLUG e os próLUG.
    Creio que não basta dizer o seguinte: “Eu joguei Ragnarok desde o ano 200x por x anos e durante todo esse tempo sempre vi um descuido da LUG, seja nos servidores, no support, no apoio a comunidade e etc”. O ponto que CERNE a discussão não é esse.
    E sim algo que a maioria deixou escapar. O “acreditar”. “Acreditar” que a LUG seja uma boa opção de trazer o TOS. O “acreditar” que ela dará a devida atenção. O “acreditar” que ela destinará uma boa equipe que não se envolva em transações offgame (é conhecido mundialmente o fato de GM’s brasileiros de diversos jogos venderem itens por dinheiro real). O “acreditar” que ela se comprometerá a trazer atualização com competência e não com problemas que demoram dias pra ser fixados (fato ocorrido na maioria das vezes no bRO em comparação com os outros RO espalhados pelo mundo). O “acreditar” que cheaters serão devidamente punidos.
    E para isso a LUG deverá fazer um “ato de fé”. Deverá desde o início se interessar pelo TOS e produzir conteúdo (com ajuda dos fansites) para expor a comunidade. Planejar CBT e OBT bem planejados, incentivar o feedback (jogadores do CBT que façam feedbacks poderiam ganhar algum bônus para incentivá-los mais no período de testes, e num OBT/Lançamento Oficial incentivar de outras formas como ganhar ícones especiais no jogo ou qualquer outro mimo que não altere muita coisa). Alinhar seu produto com os lançamentos no servidor koreano e relevar (traduzido e etc) as novas informações ou atualizações (porque numa opinião própria esse é um erro que todas as publishers brasileiras cometem).
    Nós, jogadores, queremos um comprometimento de uma empresa não só na parte financeira e sim na parte humana. O que adianta contratar funcionários que não compartilhem o sentimento coletivo pelo produto que trabalham? Muitos nem ao menos jogam, não participam da comunidade como um player comum, apenas vêem o jogo na sua função de manutenção/support.

    E restando as últimas linhas para uma opinião pessoal, discordo veemente do ponto abordado na entrevista sobre uma publisher nova não ter a experiência necessária. O real problema do mercado brasileiro a “x” anos atrás era que ele engatinhava. Hoje temos uma das maiores comunidades no contexto MMORPG/E-Sports que faz frente com mercados que há poucos anos eram como um futuro longínquo. Hoje, com algum tempo de pesquisa dá para se notar pequenas publishers nascendo, dado total atenção a 1 jogo e as mesmas tem um feedback ligeiramente mais positivo que todas as gigantes do mercado. TOS, mesmo que possa vir por uma publisher pequena e novata, seria tão agraciada e acolhida pela comunidade que não enfrentaria problemas tão grandes como a maioria prevê. Nossa estrutura brasileira mudou. Há profissionais novos capacitados para tal coisa. Um voto de FÉ dado aos novatos é válido.

    Por fim, a última opinião pessoal. TOS deveria vir como B2P (mensal). Não irei argumentar minha opinião porque esse comentário ficará muito extenso, mas aí está ela.
    Parafraseando minha querida avó: “Amor não se diz, não é contado e nem detalhado. Amor é feito, não por palavras ou promessas e sim por ações.”
    TOS precisa ser amado por uma publisher. Uma que não o ame por promessas e sim por ações.
    Vamos lá, LUG. Faça nós acreditar ou não. Se não conseguir, nem tudo está perdido.

  4. o mais bizarro, é que vcs esquecem o que os desenvolvedores da IMC games, deixou claro…. : SE não achar uma publicadora ( o que é o se não achaar? é o literalmente não achar, é tbm não achar ao ponto de ser como eles iriam querer) eles mesmos vão publicar.. ou esqueceram disso? e nisso com toda a CERTEZA é a melhor coisa para nós BR’s… discutir sobre LUG publicar, deveria ser a ultima coisa que nós BR’s deveriamos pensar… claro, que para eles deve ser muito mais lucrativo e menos trabalhoso achar uma publicadora,
    e outra, não se pode esquecer da Steam.. coloca uma opção de ‘Key’ buy-to-play e ja era, eles mesmos administrando pela publicação da steam, coloca a key e coloca os Cash’s de forma que nao va tornar o jogo pay-to-win e GG easy.
    um exemplo de uma desenvolvedora que ela mesmo vai publicar, é a Daum/pearl abyss com o seu jogo black desert.. nao vejo o pq players nao achar essa, a melhor solução… tendo a desenvolvedora publicando o seu jogo, vc tem 1 feedback DIRETO com eles

  5. Por favor gente… Não da mais para levar a LUG como uma distribuidora séria. Para aqueles que ainda defendem a empresa em mtos fóruns por aí, realizem um teste simples: experimentem um jogo distribuído por eles por uma semana.

    Eu sei que a tradução e distribuição inicial de Ragnarok foi satisfatória e trouxe momentos incríveis para todos nós, mas isso já foi. Infelizmente o que esperar hj da LUG é uma demora em todos os aspectos referentes ao game e trato com a comunidade, um pay to win sem fim e o uso de programas ilegais. Não é pela promessa de um grande game como o TOS que a política da empresa irá mudar. Atualmente não existe nenhuma tentativa concreta deles nesse sentido… Nosso aguardado game sofrerá dos mesmos problemas que todos os jogos distribuídos pela empresa sofrem atualmente.

    Acreditem: a Level Up Games não gosta mais de Ragnarok ou Tree of Savior do que nós.

  6. Tenho medo do pay2win. Isso pra mim estragou o bRO. Porém é algo inevitável, mas tenho certeza que pelo modo que essa comunidade está tratando nosso querido TOS, acredito que isso irá se refletir com o jogo.
    Caso seja a Lu!G, eu como jogador exigirei maior interação dela com seus jogadores, em todos os aspectos.

    • O formato de cash foi implantado no bRO por ordens da GRAVITY, nesse ponto a LUG não teve totalmente a culpa, ao contrario do que muitos acham. Mas apesar disso a LUG já tinha dado motivos diferentes que fizeram dela a culpada por toda essa revolta por parte dos jogadores.

      • E PW? Joguei la e ainda tem muitas cosias que nem pegam la vei…
        quest sem tradução opção que nem funciona e os bug eternos …
        E demoraram quase um seculo para tirar os bot de la vei ….

  7. É como disse, todos tem opiniões diferentes e a sua tem um ponto de vista interessante, não são todos que chegam a pensar em como a própria IMC iria conseguir sobreviver aqui no Brasil se ela mesma for a publicadora, mas vale lembrar que nós brasileiros somos a maior comunidade que espera por ToS, ou seja, pode acontecer que a IMC queira sim trazer a empresa para o Brasil assim podendo visar mais lucros. Eu acho meio difícil a IMC ter uma baixa com falta de lucros caso o jogo seja distribuído por ela mesma aqui, já que, como disse antes, somos a maior comunidade que espera por ToS.

  8. Que delícia esse cosplay de Dio *–

  9. Eu conheço a Level Up Games desde o lançamento do bRO, a princípio jogava no servidor Loki e depois migrei pro servidor Iris, assim que ele foi lançado. Vejo muita gente reclamando da LUG, mas não concordo com quase todos os argumentos que eu vejo.
    A LUG foi sim responsável por estragar o Ragnarok no Brasil, mas pelo fato de não ACREDITAR e INVESTIR em um jogo de enorme potencial, com uma grande e apaixonada comunidade (pelo menos para época).
    O bRO foi por muito tempo deixado “as moscas” com casos incontáveis de bots estragando a economia do servidor, falta de suporte para os jogadores e “bugs” constantes dentro do jogo (mesmo que a GRAVITY coloca-se impecílhos para resolver, a LUG tinha a OBRIGAÇÃO de correr atrás). Isso fez uma comunidade de quase 30 mil pessoas desanimarem do jogo e tomarem ódio da LUG.
    Mas apesar disso tudo eu não sou contra a Level Up Games distribuir o ToS aqui no Brasil, apenas espero que se isso realmente acontecer, seja colocado a disposição e vontade que um jogo tão promissor quanto o ToS mereça.

  10. Vocês estão preocupados com o pay to win? Eu tô preocupada com o Suporte.
    Ok, preocupada com os dois.
    Não jogo mais na LUG a muito tempo, pois sou desses players que tomou uma bronca ferrada dela, e também não sei como estão meus jogos favoritos que eu jogava por ela, Ragnarok era meu jogo favorito, jogava desde de antes do Iris ser criado, antes do Merge, antes das transclasses, quando pegava 99 na CT, e para minha pessoa o PIOR problema era o suporte. A falta de suporte ou atenção para as denúncias dos players causadas hacks/bots/exploração de bugs, pois se as denucias e bans fossem para valer, acho que isso não aconteceria e ninguém teria raiva da LUG.

    Ela melhora o suporte radicalmente e talvez tenha uma chance.

    Ainda sou a favor da IMC publicar o jogo por si própria e por pagamento mensal.
    É isso aí…

    • Você jogou Ragnarök antes do servidor Iris ser lançado. Ele foi lançado em 2005, e o jogo veio para o Brasil em 2004. Ou seja, você jogou Ragnarök no seu primeiro ano de lançamento e primeiro ano da Level Up! no Brasil. Já se passou 10 anos e você acha mesmo que o suporte é o mesmo daquela época?

      Com todo respeito, vá jogar alguma coisa por agora, sua reclamação tem 10 anos de atraso. Ela não faz o menor sentido.

      • Ele disse que jogava desde antes do iris, não que só jogou antes dele ser criado.
        Já faz alguns anos que eu não jogo nenhum jogo da LUG, mas por muito tempo joguei vários jogos, inclusive Ragnarok por mais d 4 anos e o suporte SEMPRE foi muito defasado.

        • São ráros os casos que a LUG fez um bom atendimento, um bom fechamento da questão… em sua maioria, a lug diz que está analizando, verificando, pedi xerox da identidade autenticada, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk….do dono da acc… tanta burocracia fora e dentro do jogo tudo bagunçado… é mesma coisa de uma casa linda por fora e super feia por dentro…

  11. Se é para evitar o P2W que seja qualquer outra empresa que não a LUG a publicar o TOS aqui no Brasil e que seja B2P para evitar a venda de itens que desmotivam a cada novo artigo inventado!

  12. Caso seja a LUG convictamente muitos jogadores nem perderão o tempo instalando o jogo, confiar na LUG é equivalente a confiar numa pessoa com a personalidade do Hitler.

  13. Olá, vou tentar escrever algo curto.
    Eu vi o gameplay de Tree of Savior e foi amor a primeira vista, porém ainda há algo q me perturba…
    É intenção da empresa criar tais itens de CASH?

  14. Eu sou totalmente a favor da Level Up publicar o jogo, eu sempre achei retardadisse o pessoal criticar a Level Up pelo que acontece no jogo, sendo que a comunidade BR provavelmente é uma das que mais da trabalho no mundo, tendo ip block em vários jogos.

    A Level Up apenas publica o jogo, faz pequenas modificações(como itens exclusivos do país, ex: boina brasileira ) e tenta administrar a comunidade, só tenta porque quem decide as regras e puniçoes, meio de detectar hacks por exemplo é a produtora. Se alguem tem culpa dos jogos da Level Up ser assim é a produtora e a comunidade.

  15. Se a LUG publicar o TOS no Brasil, eu vou escolher um servidor que seja bem longe daqui.

  16. Joguei Ragnarok por quase 6 anos, então não preciso dizer o que eu acho da level up, acho que todo mundo já disse o que era para ser dito ^^ !. Se eu for dar uma nota para a LUG, sendo muito bonzinho, seria um belo de um 3,5! ^^

  17. Meu comentário será simples, como jogador de vários games da LUG, eu acredito que ela possa tornar o game PaytoWin, mas como alguns ja disseram, essa decisão é mais da desenvolvedora do que da publicadora, sendo assim não será algo tão significante, mas eu acompanho algumas noticias de outros games e desenvolvedoras de MMORPG’s e FPS por ae, e muitas estão adotando um sistema de CASH apenas com itens visuais e que não altera o status do personagem ou algo do tipo, no máximo uns consumíveis bem simples para adquirir de forma mais fácil e simples o dinheiro do jogo ou itens dropaveis.

  18. Acha que seria possível o jogo ter uma mensalidade ao invés de cash?

  19. Irei esclarecer alguns pontos pois me parece que muitos ainda não entendem exatamente o porquê da Level Up! Games ser considerada por muitos uma péssima distribuidora.

    1 – Hakers:

    O problema não está nos players, está no servidor. Explicando de forma resumida, os servidores da LUG são de um gênero ao qual toda a informação é administrada pelo pc do usuário, enquanto distribuidoras estrangeiras como a Nexon usam computadores externos para esse trabalho, ou seja, em quanto no BR você só precisa modificar alguns arquivos para fazer o seu pc “pensar” que é normal o personagem ter hp infinito, no E.U.A essa informação passa por um terceiro que irá identificar a anormalidade no seu jogo ao mesmo tempo que te desconecta. Para invadir esse tipo de sistema é preciso ser um haker de alto nível, e mesmo que isso acontecesse é provável que o servidor o identifique depois de algumas horas (em média de 1 à 3hrs), ele teria sua com banida no mesmo dia e seria como se nunca tivesse acontecido.

    2 – Atendimento:

    Para quem já jogou no mínimo 3 jogos da LUG sabe bem como funciona o suporte, eles só banem alguém depois da situação ficar crítica, o cara fica livre durante semanas e nada acontece, parece que eles esperam o indivíduo virar um “criminoso 5 estrelas” para finalmente fazer alguma coisa, Isso sem falar que eles também não facilitam para o nosso lado, só foram implementar as denúncias por vídeos recentemente, antes era a base de um compilado de prints que além de serem difíceis de se conseguir tirar no momento exato do ocorrido, também são bem mais fáceis de serem falsificadas, assim alguém poderia te denunciar por algo que você não fez. O único momento em que a LUG tem um bom atendimento é quando a comunidade se junta para um protesto contra a empresa em momentos que hakers tomam o controle de jogo X, então a Level Up faz um arrastão de banimentos durante algumas semanas e quando finalmente a situação começa a melhorar, eles simplesmente voltam para o seu velho abito negligente de sempre, formando assim um ciclo semelhante ao da comunidade brasileira vs políticos corruptos.

    3 – Cash:

    O Luchta comentou que a distribuidora não tem o direito de criar itens de cash, sem querer ataca-lo ou provoca-lo isso é tão obvio que chega a ser irrelevante, na verdade é mesmo papo furado que a staff da LUG vive dando aos jogadores quando essa pergunta é feita, o fato é que 99% dos jogos que eles trazem para cá são Pay2Win e como nós sabemos é uma das formas mais lucrativas e consumistas de MMOs que existe, o que nos dá uma noção de oque a empresa busca em seus consumidores($). Além disso por mais que a distribuidora culpe a desenvolvedora com discursos de: “Nós não decidimos o preço do cash”, a distribuidora sempre terá no mínimo 40% da culpa já que é obrigação deles manter os gastos do jogo a um nível acessível à média do salário da população, negociando e propondo valores. Uma prova que a LUG é ausente nesse assunto foi o caso que ouve no fórum de Elsword a uns tempos atrás, um usuário abriu um tópico chamando “Boicote a Level Up!”, ele fez uma tabela comparando os preços dos ElsBR com o do ElsEU, o resultado era revoltante, aviam itens que custavam o mesmo que pagar em dólar ao qual na época estava pouco mais de $ 2,00 ou seja, o cash estava custando o dobro do que deveria! Mas, para a nossa alegria, no final das contas a KOG cedeu e deu um desconto permanente de INCRIVEIS 30%!!! WOW, Para itens que custavam o dobro do que deveriam é realmente um começo… MAS NÃO É O BASTANDE.

    Eu sou totalmente contra a Level Up! Games quanto a distribuição não só do Tree of Savior mas também de qualquer MMO que exista na face da terra, já joguei 8 jogos distribuídos por eles Grand Chase (meus pêsames), Ragnarok, Maplestory, Elsword, Lunia, Perfect World, Dofus, Combat Arms, além de participar de fórum e afins e em todos tive os mesmos problemas e estresse hakers, má administração, cash caro, aproveitadores de bugs, etc, menos mal é que eu nunca cheguei a gastar dinheiro em nenhum desses jogos com exceção do GC e do RAG porque eu ainda era criança na época e não sabia a verdadeira face da LUG. Por fim, não tenho mais esperanças nessa empresa porque ao que parece eles não são do tipo que aprendem com os erros, afinal estão a mais de 10 anos no mercado e até hoje nunca acertaram em nada.

  20. Direto ao assunto: Quando WoW (World of Warcraft) veio para o Brasil trazido pela Blizzard alguém em sã consciência duvidaria que seria um estrondoso sucesso? Creio que não! Justamente porque a empresa tem um suporte de primeira, a impressão que dá que você mora ao lado da empresa e que qualquer coisa você pode ir lá que será BEM ATENDIDO a QUALQUER MOMENTO! Blizz deu uma verdadeira casa aos brasileiros. (Curioso que quando a Blizz chego com WoW a R$15,00 mensalidade NO ATO a LUG! deixou RO gratuito em todos os servers seria coincidência? Por aí você o grau do real interesse da empresa).
    Agora ToS supostamente distribuído pela LUG! Cara chega da arrepio!… só de ver que é necessário fazerem sites, forúns, discussões em redes sociais para tentarem defender, enumerando as suas qualidades de empresa e coordenar os jogos, é ridículo! Empresa séria e comprometida com o seu JOGADOR/CONSUMIDOR NÃO PRECISA SER DEFENDIDA PELO MESMO! SUAS AÇÕES EM PROL DE SEU USUÁRIO FALAM MAIS ALTO!
    Chegamos ao ponto que “se” a IMC fazer uma votação ou uma simples pesquisa de mercado com a satisfação dos jogadores e ex-jogadores da LUG! Tenha certeza que NUNCA ela vai deixar ToS aos seus cuidados (E estou apostando que ela faça isso!)
    Outro ponto, acessem agora os forúns dos games da Lug (dos jogos que ainda tem forúm! porque parece que a empresa entende que botar as coisas em redes sociais é mais interessante que se manter no site do game – deve ser porque assim evita “TÓPICOS” difamatórios! e problemas que jogadores tiverem podem ser mais facilmente esquecidos em comentários perdidos com o tempo) e comprovem a “satisfação” dos jogadores e suas questões em aberto a meses esperando solução…
    Dizer que o problema de Hack/Bot é dos jogadores e não da empresa? Ridículo! Isso REALMENTE é problema de todo MMO em TODO o mundo e será CERTAMENTE! A questão é: COMO a empresa vê esse problema! Se está estragando o divertimento coletivo que sempre será igual a satisfação coletiva, a ação tem que ser em combater o problema e evita-lo, com um Shield BOM por exemplo (ato esse que já mostra ao jogador ação “concreta” verídica) que é CARO mas evita pelo menos 85% dos Hacker/Bot’s menores, que são o que a maioria dos programadores e empresas cladestinas fazem para comercializar, daí você ainda vai ter BOT’s/Hacker’s mas bem poucos e praticamente imperceptíveis que não vão estragar sua experiência e a coletiva como um todo. Entretanto a LUG NÃO TEM INTERESSE ALGUM NISSO E NUNCA TERÁ – Caso do Grand Chase (minhas condolências) e do Elsword o que é aquilo pessoal… o game atualiza e 1H isso mesmo 1H depois ja tem camarada usando hack e bot novamente como se nada tivesse sido feito! Ninguem ou quase niguem é banido nem vou entrar em detalhes(Acompanhem os antigos para os atuais forúns, ou simplesmente façam uma pesquisa no breve sobre o assunto!), porque infelizmente LUG! trabalha com o objetivo de “Maximizar LUCROS” e Shield BOM custa CARO! e não é interessante pra eles financeiramente, então acham mais fácil “tapar sol com a peneira”, da uma de “joão sem braço” que o problema existe mas esta “controlado” ou que estamos “trabalhando arduamente para a solução do problema…” como vi e li INÚMERAS VEZES em fóruns(nos “anos” que joguei lá) e que acreditava veemente, que realmente estavam fazendo, até observar o choque de realidade! Bom é saber que têm jogadores sérios e críticos sobre essa empresa, não só sobre ela como sobre outras também mas a questão é o feedback entre Player x Empresa para que haja o equilíbrio e não chegue ao ponto que está com LUG como distribuidora de jogos, que quer abraçar o mundo com uma só mão! Porque a outra ta no bolso do(s) seu(s) cliente(s)! Não vou nem citar as denúncias inclusive judiciais dos abusos cometidos pela empresa em seus diversos jogos(porque a maioria aqui conhece ou SOFREU desses abusos!).
    Enfim a empresa manchou demais seu nome, deixou muito a desejar e hoje colhe o que plantou nesses anos! 10 anos de mercado? E a qualidade? Aumentou ou piorou de ano em ano?
    Certamente deixar a IMC distribuir ToS no Brasil é a melhor escolha e garanto que TODA A COMUNIDADE vai apoiar isso, e não vai haver essa de divisão entre os prós e os contras já que estaremos tendo um novo início uma empresa emergente com a corda toda e não uma empresa cambaleante que vem se arrastando pelo tempo no Brasil.

    Termino minha opnião com algo bem simples: De que adianta a LUG (Hipoteticamente) distribuir ToS sendo que a comunidade vai ficar divida nos prós-lug e nos anti-lug, é acabar com o MMO(ficticiamente) antes mesmo dele começar. Aos que sabem o que é ver seu progresso de meses e ANOS! perdidos, jogados no lixo em algum game da LUG! por uma ou mais decisões meramente financeiras sem nenhuma consulta do prejuízo ao jogador fica ai minha humilde opinião.

    Obrigado pela oportunidade e abraços!
    Vida longa IMC Brasil – ToS!

    • – Agora ToS supostamente distribuído pela LUG! Cara chega da arrepio!

      R – Tenho medo de enfartar de tristeza.

      – Chegamos ao ponto que “se” a IMC fazer uma votação ou uma simples pesquisa de mercado com a satisfação dos jogadores e ex-jogadores da LUG! Tenha certeza que NUNCA ela vai deixar ToS aos seus cuidados (E estou apostando que ela faça isso!)

      R – Então somos dois, votação contra a LUG não falta em nenhum lugar do Brasil.

      – Outro ponto, acessem agora os forúns dos games da Lug (dos jogos que ainda tem forúm! porque parece que a empresa entende que botar as coisas em redes sociais é mais interessante que se manter no site do game – deve ser porque assim evita “TÓPICOS” difamatórios! e problemas que jogadores tiverem podem ser mais facilmente esquecidos em comentários perdidos com o tempo) e comprovem a “satisfação” dos jogadores e suas questões em aberto a meses esperando solução…

      R – Me conta uma novidade amigão…mudar senha do jogo toda semana, não dar negociação com ninguém e sua conta é hakeada e a lug diz: ” Não temos nada a ver com isso” é o mesmo que ouvir/ler: Se vire, queremos é seu dinheiro!.

      – Dizer que o problema de Hack/Bot é dos jogadores e não da empresa? Ridículo! Isso REALMENTE é problema de todo MMO em TODO o mundo e será CERTAMENTE! A questão é: COMO a empresa vê esse problema! Se está estragando o divertimento coletivo que sempre será igual a satisfação coletiva, a ação tem que ser em combater o problema e evita-lo, com um Shield BOM por exemplo (ato esse que já mostra ao jogador ação “concreta” verídica) que é CARO mas evita pelo menos 85% dos Hacker/Bot’s menores, que são o que a maioria dos programadores e empresas cladestinas fazem para comercializar, daí você ainda vai ter BOT’s/Hacker’s mas bem poucos e praticamente imperceptíveis que não vão estragar sua experiência e a coletiva como um todo.

      R – Não só isso amigo. Por que o Wow não tem bot? não tem haker? e quando um haker aparece ou bot, ele perde a continua dele para sempre…não existe essa de bam de 3 dias, bam de 7 dias, bam de 1 mês…não estão pensando em perder um jogador… Blizzard pensa em conquistar os outros jogadores punindo o “pilantra”… a lug é igual mãe de futuro traficante… ver o menino fumando escondido e não corrige, o menino começa a fumar maconha escondido e a mãe nem cheira a roupa do menino quando chega da escola ou da balada, aí o menino começa a perceber que isso da dinheiro e entra para o trafico… aí em confronto com a polícia leva um tiro na testa e a mãe vai chorar dizendo que ele era inocente…

      – Entretanto a LUG NÃO TEM INTERESSE ALGUM NISSO E NUNCA TERÁ – Caso do Grand Chase (minhas condolências) e do Elsword o que é aquilo pessoal… o game atualiza e 1H isso mesmo 1H depois ja tem camarada usando hack e bot novamente como se nada tivesse sido feito! Ninguem ou quase niguem é banido nem vou entrar em detalhes

      R – ô novidade…

      Espero de coração, que a LUG não seja nossa adm do ToS…

  21. Tenho uns 15 a 20 amigos em Jequié-BA que jogam MMO. Na realidade a cidade tem uns 1500 jogadores de MMO, mas uns 20 eu conheço e sou amigo.
    Deste tanto, pelo menos 8 jogavam PW, 3 jogavam RO, uns 4 GS e o resto jogos de tiro.
    Dos 20, apenas 2 não reclamam da LUG…
    Dos 20, uns 12 não estão mais jogando por que a LUG não é compreensiva, não é paciente, não entende o lado do jogador, demora para dar uma solução para o problema, deixa o jogo com bugs e cheets e hakers e etc a 4… exemplo: Fui hakeado. A lug ou qualquer empresa deveria ser responsabilizada.

    1 – O haqueado deu trade/negociação com outro jogador dos itens que ele reclama terem sidos hakeados?
    R – A LUG ou qualquer empresa deveria saber disso… se o cara jogou itens no chão e alguém catou, se o cara deu negociação, se o cara levou pro inferno e etc…isso TEM QUE FICAR REGISTRADO não em imagens ou videos, mas em linguagem de programação…agora um fdp qualquer de São Paulo me rakeia na Bahia e a empresas vem dizer que não tem culpa… me polpe!

    2 – É caso a se discutir, mas não posso deixar de falar. Eu tenho um char full, quero vender a um amigo. Vendo o char para, e o novo usuário do char não consegue retirar meu nome da conta e mudar para a conta dele. Onde já se viu uma coisa dessa? Não é o mesmo char que será usado por outra pessoa? Essa outra pessoa não vai estar jogando o mesmo jogo? essa nova pessoa não vai estar talvez inserindo gold/dinheiro para melhorar ou modificar o char que ele comprou? POR QUE INFERNO A LUG não permite mudar dados pessoais, nomes e e-mails?

    Eu moro na BA e aqui, muita gente fala que não vai jogar TOS por que não pode usar o mouse para pegar o TGT e praticamente todos estão temendo que seja pela LUG, não acho um ser humano na minha cidade, tanto antigo como novato em MMO que goste da LUG.

    Lembro como se fosse hoje, quanto tempo o PW ficou com boot? mais de um ano… agora a LUG deixa boot autorizado por ela mesma e quem tem char forte fica farmando 24h…acabou com a economia do jogo. Ninguém anda ligando mais para dusk(dungeon), Mercenarios solando boss que antes dependia de sacerdote, anularam a feiticeira, ficou sozinha no mundo prestando apenas para dar ferir (-20% de def e defm no TgT) no tanker que carregava cataputa ou se a feit tivesse fenix para ir para o fight…Uma fenix, pet de feiticeira do PW, 600 reais… um hercules, pet que tanka no PW, 600 reais…

    Espero com todo meu coração, com todas as minhas forças, que quando ToS chegar no Brasil passe a km de distancia da LUG.

    • Fenix só foi fácil de conseguir quando saiu o primeiro bau, eu era da ssgt, server arcadia naquela época e consegui 3 fenix e 2 hecules. depois quando começou a putaria do 5.0 pw acabou pra mim. “ps Hercules é um pet inutil”

  22. Cara, sinceramente, já deixaram muitos textos ai sobre muita coisa que eu nem li e nem vou ler, quando você conhece por dentro, a mentalidade e o que procura, se realmente este site fosse atrás do que importa, pois e fácil falar dos sucessos e dos jogos que não tem muito impacto nas decisões da publisher. Não tem autonomia para criar itens? Vou nem comentar. É uma VERGONHA vocês darem espaço para uma empresa tão porca como esta no site de vocês. Desde os fatos de corrupção a malandragem dos BR’s. Isto não é uma empresa séria digna de entrevista “kkkkk” pra vocês do TOS dando espaço pra falar da LUG. Receberam dinheiro? Sei lá, não importa muito, o estrago está feito, para quem é ingênuo. Vou deixar pra vocês players:
    “A qualidade de nossos jogos e serviço só vai aumentar quando pararmos de nos contentar com essa merda que eles nos empurram. No dia em que uma publicadora decente der as caras e respeitar de vez o consumidor tudo isso vai acabar, vai virar monopólio!”
    – Algum player, em alguma data em 2005, no forum do bRO.

  23. Eu gostava muito da publicadora LUG, mais isso foi só até conhecer o suporte da Blizzard, onde servidores destinados para os Brasileiros ficam nos Estados Unidos, porém todo suporte tanto através de Tickets quanto por TELEFONE, são infinitamente superiores a qualquer outro tipo de atendimento que conhecemos no Brasil (Incluindo Telefonia, Bancos, Publicadora de Jogos entre outros). O ticket é respondido ATÉ 24Hrs, na LUG não conseguia acessar minha conta do Ragnarok e demoraram apenas 5(CINCO) dias para me responder. Nunca fiquei em filas no 0800 da Blizzard, já quando a LUG tinha atendimento telefônico(Não sei se tem ainda), sempre dava ocupado.
    Tenho certeza que a LUG é a maior e melhor publicadora de jogos no Brasil, porém devido ao descaso com os clientes e até Jogos… (Vcs viram com esta o servidor Thor de Ragnarok?), basta você jogar no IRO que vc vê que o BRO é uma piada.
    Outro exemplo que transformar um jogo em P2W não é bom negocio, veja o resultado de Archeage, um jogaço que foi pro limbo por causa da Trion, a mesma publicadora que faz um baita de um trabalho em outro mmo o Rift.
    Sei que o intuito da toda empresa é o lucro, mais no caso da LUG é demais. Espero que a ICM faça o mesmo que a Blizzard fez… Abra um servidor internacional com path para tradução e só depois que o jogo esteja bombando de brasileiros, abra um servidor para nos.

  24. Vou resumir a Level Up em um site. http://www.reclameaqui.com.br
    Acesse e veja a porcentagem satisfatoria da Level Up, ai sim venha querer defender…

    Pra mim esse topico foi criado pra puxar o saco dessa empresa lixo.

  25. ”Luchta: Na verdade, a Level Up! não tem o poder de criar itens de CASH. Portanto, essa decisão é muito mais da desenvolvedora do que da publicadora.”
    Mentira, jogo raganarok no server IRO e tbm no BRO, a diferença é gritante de itens que não tem por zenny no BRO e que tem no IRO.
    No thor nenhuma carta mvp dropa, nao tem asa de mosca, nem habildiade teleporte, a fruta de malagno que é essencial para se completar quests no jogo, é vendida por rops aqui, no grand chase quando ainda era ativo, tbm não vendiam varios sets a cash que tinham normal no KRO.

    A intrevista inteira foi um farsa, onde a CM ou mentiu descaradamente para promover a empresa ou nunca jogou nenhum jogo da LUG, resumo da entrevista não foi um relato de alguém que trabalhou na empresa, e sim um “ex-membro” puxando o saco da empresa.

  26. Acho que muita gente que quer jogar esse jogo, jogava RAG. Por mais que venha GM, CM, Sac, falar,
    não lembro uma epoca dos 3 anos que eu joguei aquele jogo que não dava lag. Jogo mais bugado do mundo, servidor, nem vale a pena comentar. Trabalho da lug com o forum, qual?
    BOT? Ban? LUG só sugava os players junto da Gravity com mãos dadas. LUG é sim uma empresa horrível, se ela é a unica opção, então que não venha pro Brasil.

    Tomara, tomara mesmo que ToS seja muito diferente do que foi o bRO. Acho que é a esperança de todos nós fans de Lagnarok. Mas se vier pela LUG, ok, eu não jogo e nenhum dos tantos amigos meus que eu falei desse jogo e tão na esperança de esse ser um jogo bom, sem lag, sem P2W, enfim.

    Eu entendo perfeitamente a sua posição e agradeço pela iniciativa, sempre é bom ter fanfics que se importam com estes assuntos de comunidade/empresa. Obrigado e um boa tarde.

  27. uma simpes atitude da minha parte.
    se o LUG distribuir ToS aqui no Brasil serei um player a menos!

  28. Quanto que não pagaram por essa entrevista exclusiva com a level up? Quantos acordos de parceria não foram prometidos? Quanto a lug está promentendo por essa propaganda sem vergonha, pra uma empresa que nunca cuidou de jogo nenhum. Deixar jogo na mão da level up e deixar na mão de ninguém é a mesma coisa.

  29. Tudo menos a LUG. KKKKKKKKKKK
    Cagou o PW, Allods, GC, PointBlank, CombatArms…
    Faz isso não, que eu quero jogar o ToS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*